top of page

Sarau Da Toca

Atualizado: 5 de dez. de 2023

Conheça como começou o Sarau da Toca. Uma viagem pelos momentos marcantes do nosso sarau

por Débora Resendes.



A Toca Coletivo é o berço de vários projetos artísticos importantes para a cena cultural da cidade de Goiânia. Durante nossa trajetória recebemos inúmeros artistas locais e até de outros países como Itália, Espanha, Londres, Ucrânia, Argentina, entre outros. Em 2017 A Toca se estabeleceu como passagem obrigatória para artistas com apresentações marcadas em Brasília que aproveitavam nosso espaço para se apresentar também em Goiânia, essas conexões nos rendeu eventos memoráveis.


O grande precursor desses eventos foi o Sarau da Toca, sua primeira realização foi no carnaval de 2016, ainda no saudoso sobrado do St. Sul, era para ser um “esquenta” de uma das tradicionais festas realizadas no coletivo, pela produtora TILT. Foi um evento tão singular com discotecagem de vinil, poesia e música ao vivo, tudo junto e misturado, que o público comprou a ideia de imediato e tivemos que repetir a dose.


A segunda edição foi realizada pouco depois. A chamamos de Sarau Gourmet. Um evento bem mais planejado, com direito a feira de troca, intervenção teatral, discotecagem de vinil com Kleber Damaso, apresentação musical voz e violão com Igor Pereira, além da nobre presença de dois poetas de peso, Dayse Kênya que na época lançava seu livro "O Talhe" e Léo Pereira com o Livro "Mateuzim". Foi nesse evento que surgiu o que viria ser, o tradicional “palco aberto poético” e foi nesse microfone aberto, que uma pessoa da plateia um entusiasta da poesia, após declamar seus versos nos intimou a mudar o nome do evento: “Gourmet é o caramba! Temos que abrasileirar isso!” - vociferou indignado!



E não é que nós concordamos? Pois bem.

Nossa terceira edição foi um verdadeiro marco em nossa história, o início de duas parcerias felizes, o Garage estúdio e hamburgueria, chegava como a mais nova empresa residente do coletivo e o Festival Juriti de Música e Poesia Encenada, que na época estava na 5ª edição e trazia como atração principal Walter Franco . O sarau novamente nos agraciou como uma bela surpresa, "Juriti pousa no Garage" foi o nome escolhido para aquela edição, que foi um sucesso, tornando assim o Sarau um evento mensal.


Aquela altura já com um público fiel, e com o apoio da lei Goyazes, passamos a chamar o evento de “ Sarau Toca”, e passamos a contar com a condução de Carlos Pereira, que passou a comandar a prosa e a poesia.


Com um novo formato, iniciávamos o evento com uma boa prosa com os convidados, roda de poesia, passando pelo palco aberto poético, onde o público era convidado a interagir e se manifestar, finalizando o evento com um show intimista voz e violão. Recebemos na 4ª edição o lançando do livro “O Corvo” e um show com Fernando Manso, que recentemente foi semifinalista do programa The Voice Brasil da (emissora Globo). A 5ª edição ficou por conta do poeta marginal Macambira, voz e violão com Eduardo Japiassu e Igor Pereira.



Foi apenas na sexta edição que o evento assumiu o nome que o público elegeu o “ Sarau da Toca “, passou a ser um evento consolidado na capital, realizado no primeiro sábado do mês . Nosso subtítulo Nova Cena Poética de Goiás, se tornou nosso guia, com o objetivo de mostrar e aquecer a nova cena poética de Goiás e trazer para esta cena a história da poesia e da prosa goiana, integrando música e teatro.


A 6ª edição do Sarau da Toca contou com uma prosa com Walacy Neto, sobre cultura e a ebulição da poesia em Goiânia, comandada por Carlos Pereira , a música ficou por conta do intérprete Gabriel Garcia e rolou também uma performance com o ator e artista plástico Marcos Maria.


A 7ª edição foi uma parceria com o coletivo 4 + 1, criado por um grupo de amigos artistas no início daquele ano com o objetivo de alavancar a cena cultural de Goiânia com arte. Esta parceria surgiu com o intuito de apresentar ao público esta nova geração de poetas e músicos da nossa capital. Proseamos com Jordan Beatriz, Guilherme Henrique e Akira AK, sobre poesia, cultura e a ebulição da nova cena poética de Goiânia. Os jovens músicos Pedro Borges e Gabi Alvez cuidaram da parte musical do evento. Atualmente o coletivo 4 + 1 se tornou Coletivo Café com Chá e vem se destacando na cena poética de Goiânia promovendo diversos eventos como a competição de Slam "Falatu" o Sarau "Chá Comigo" além de promover várias atividades através do canal do youtube do coletivo.





Já nossa 8ª edição contou com Rheuter Santos e Gabriela Alves, remanescentes dos saraus produzidos pelo produtor cultural, músico e poeta Carlos Brandão, quando estava à frente da gestão do Espaço Sonhus do Colégio Lyceu de Goiânia.

Rheuter ganhou destaque naquele ano quando venceu com a música Nó Cego, em uma apresentação impecável, no estilo voz e violão, o V Festival Juriti de Música e Poesia Encenada, foi identificado como uma das belas novidades desta nova cena poética de Goiás. O jovem artista, de 20 anos, oriundo de Senador Canedo, simplesmente hipnotizou o júri e o público do festival com uma voz arrepiante, um dedilhar de violão minimalista e uma bela canção.

Gabriela Alves Cantora e poeta antenada com as novas inquietações políticas e artísticas desta nova geração de poetas da capital. Abrilhantaram a oitava edição.


A 9ª edição foi a última de 2017 e por isso contou com a presença especial de todos os convidados das edições anteriores, com palco aberto e muita interação com o público. O objetivo daquele Sarau foi a arrecadação de alimentos e roupas em parceria com a ONG Herois Anônimos, para a comunidade Terra Do Sol em Aparecida de Goiânia. A entrega dos itens arrecadados foi realizada posteriormente, com shows de bandas locais, na comunidade.


Com o fim do progama de atividades aprovado pela lei Goyazes e nossa mudança de sede, tivemos um hiato na realização do sarau, retomando em 2018 com a edição especial e uma nova parceiria com o Festival Juriti, realizamos o 10º Sarau da Toca" Poetas: Gerações Dispersas- O Voo D Juriti", onde homenageamos todos que contribuíram para a evolução do Festival e do nosso tão querido Sarau da Toca.


O Sarau! Nosso sonho cultural ainda continua, agora no bairro Crimeia Leste. Em breve teremos uma nova edição, ainda mais especial... Vamos alimentar essa cidade com muita arte pois assim, vamos vencer a ignorância com beleza e brilho, com Poesia!


Obrigado a você que leu até aqui, que se identifica com os nossos projetos e gostaríamos de dizer que você faz tudo isso acontecer. Aproveita e cadastre seu e-mail em nosso site pra ficar por dentro das novidades e até mesmo das inscrições e produções de novos projetos. Vamos juntos fazer a cultura acontecer!

88 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page