top of page

Vida e obra de Celso Blues Boy

Atualizado: 8 de dez. de 2023

Hoje eu vou contar um pouco sobre o mago da guitarra e como ele era conhecido. O cara que evidenciou o Blues no Brasil.

Celso Ricardo Furtado de Carvalho o Celso Blues Boy, nasceu no Rio de Janeiro, no dia 5 de janeiro de 1956. Entre os 6 e 14 anos de idade morou em Blumenau, em Santa Catarina. Na adolescência, Celso aprendeu a tocar guitarra. Sua irmã era pianista e seus tios eram apreciadores do rock e blues, o que lhe influenciou muito na decisão de tocar guitarra.


Começou a tocar profissionalmente na década de 1970, acompanhando Raul Seixas, Sá e Guarabyra, Luiz Melodia entre outros. Montou a banda Legião Estrangeira em 1976, com a qual se apresentava em bares e casas de s Em 1978 integrou a Banda Magia Branca, muito prestigiada na cena carioca.

Passou a ser mais conhecido a partir de 1980, quando mandou uma fita para a Rádio Fluminense, no Rio, voltada para o repertório roqueiro. Gravou o primeiro disco em 1984, Som na Guitarra, que incluía seu maior sucesso: "Aumenta que Isso Aí É Rock'n Roll". Um dos primeiros a cantar blues em português, escolheu o nome artístico em homenagem ao ídolo B. B. King, um dos pais do gênero, com quem também tocou na década de 1980.

how.

Foi quando Celso estava gravando seu segundo LP que ele conheceu o seu maior ídolo, BB king e não perdendo a oportunidade, lhe presenteou com seus dois álbuns.


Nos anos 80 como único artista que tinha como referência musical o blues, influenciou posteriormente o surgimento de outras bandas nacionais do gênero. São clássicas várias canções de sua autoria, como “Aumenta que Isso aí é Rock’n’roll”, “Tempos Difíceis”, “Fumando na Escuridão”, “Blues Motel”, “Brilho da Noite”, “Amor Vazio” e “Rock Fora da Lei”, estas do primeiro LP (Som na Guitarra, de 1984), disco que serviu de base para toda sua trajetória roqueira. No segundo disco (Marginal Blues, de 1986) emplacou o sucesso “Marginal”, com participação especial de Cazuza. No terceiro LP (Celso Blues Boy 3, de 1987), destaca-se o sucesso “Sempre Brilhará”. Em 1988 Celso lançou um LP em inglês (Blues Forever) com clássicos americanos do Blues. Entre 1989 e 2015 são lançados mais 8 álbuns, com destaque para Celso Blues Boy (Ao Vivo), de 1991 que eternizou os grandes momentos de sua carreira, sendo gravado em sua “casa”, o Circo Voador.

Celso, veio a falecer em 2 de agosto de 2012 em Joinville, vítima de câncer na laringe - não fez nenhum esforço para se tratar e largar os vícios que acabaram contribuindo para sua doença.

Seu Ultimo Álbum foi por um monte de cerveja e pra quem escutar o álbum vai perceber que é uma despedida e de quem não mudaria seus hábitos pra viver 1oo anos com saúde. Como ele mesmo dizia "quero viver 100 anos pra que?, se tenho muito mais o que fazer, eu não vou, eu não mudar, não vai dar... o tédio iria me matar”.


Essa é a história de um dos artistas que eu admiro muito, sua forma de tocar e cantar fazendo a guitarra chorar e tocando o coração das pessoas.



Apresentação:



“Este projeto foi contemplado pelo Edital de Arte nos Pontos de Cultura Aldir Blanc - Concurso nº 02/2021-SECULT-GOIÁS – Secretaria de Cultura - Governo Federal".



179 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page