top of page

Sinal Vermelho: A arte de rua.

Atualizado: 8 de dez. de 2023

Neste vídeo falamos um pouco sobre a arte de rua, uma arte envolta a tantos estigmas e preconceito. Defendemos a arte de rua como um tipo de trabalho, destacando os pontos positivos e negativos de se trabalhar na rua. Falamos também de como é ser artista de rua e estrangeiro no Brasil. E a importância de se ocupar a rua e fazer arte na rua



Acompanhe também o Youtube do coletivo Muié do Riso

Redes Sociais

@coletivomuiedoriso


Alejandra

Artista circense e de rua há 10 anos, especificamente nas técnicas da acrobacia ou dança aérea em tecido, trapézio e lira, também com experiência em swing ou poi, bandeiras, fogo, malabares com claves, equilíbrios em pernas de pau e monociclo.








Linda Granados

Artista colombiana viajante latinoamericana. Musicista, palhaça, malabarista, atriz, maquiadora artística. Fez o curso profissionalizante em artes circenses no Circo Laheto. E a FIC de circo ITEGO em Artes Basileu.










Margaret

Venezuelana, artista independente desde 2014, malabarista, palhaça, equilibrista, aerialista. Pesquisadora da arte de rua e da arte feminina desde 2015.











Rocio Caeiro

Uruguaia, 31 anos, residente no Brasil desde 2015. Artista de rua há 10 anos, palhaça, malabarista e acrobata aérea, se formou na Escola de circo ITEGO em Artes Basileu França em 2018.











Apresentação:




“Este projeto foi contemplado pelo Edital de Arte nos Pontos de Cultura Aldir Blanc - Concurso nº 02/2021-SECULT-GOIÁS – Secretaria de Cultura - Governo Federal".


Posts recentes

Ver tudo

ความคิดเห็น


bottom of page